domingo, 23 de outubro de 2016

5 dicas para viajar com os filhos

As próximas férias escolares estão chegando e com elas a vontade de levar os filhos para viajar um pouco evitando deixa-los improdutivos dentro de casa. Seja visitando um parente em outra cidade, uma estadia num hotel fazenda, ou um fim de semana em algum parque, ao viajar com os rebentos o mais importante é fazer com que eles gastem bastante energia, e possam retornar com aventuras de sobra para colecionar.
Normalmente levamos memórias das viagens de infância pela vida toda. Toda criança anseia por novidades e explorar os lugares tem uma conotação especial para eles. Por isso, atente-se para fazer com que este passeio trate de deixar apenas marcas positivas. Confira abaixo 5 dicas para viajar com os filhos e aperte os cintos!
  1. Malas pequenas
Levar tudo que uma criança precisa em uma mala pequena parece uma tarefa quase impossível. Mas priorizando os artefatos corretos, você conseguirá reunir o necessário, afinal de contas, vai ficar muito mais complicado ter de as mãos para que as crianças não se percam no tumulto de uma rodoviária, por exemplo, e carregar malas pesadas ao mesmo tempo.
Portanto, atenção:
  • separe as roupas conforme o local de destino, e mesmo uma praia ou local de forte calor, sempre é bom garantir um casaco caso esfrie ou se precisar agasalhar a criança durante a viagem;
  • avalie se o hotel ou pousada oferece alimentação específica para bebês, pois caso contrário, você terá de levar algum estoque de papinhas para alimentá-lo antes de poder recorrer a um supermercado local;
  • inclua o brinquedo favorito para entreter a criança durante o trajeto, ou aquele que ela usa para dormir, para evitar que fique impaciente no transporte, ou que a família toda tenha noites mal dormidas mal durante a viagem;
  • verifique se a casa ou o hotel possui banheiras de banho, no caso também dos bebês, ou se vocês conseguem fazê-lo da forma convencional, no chuveiro.
  1. Local para acomodação
Ao analisar a pousada ou até mesmo a habitação de um parente, é decisivo pensar onde a família será acomodada. O quarto de hotel possui beliche, cama de solteiro ou berço? Na residência haverá espaço para que toda a família esteja confortável? Pense sobre isso, principalmente se for uma viagem de 3 dias ou mais.
  1. Crachá de identificação
Por mais que a criança pequena já saiba falar corretamente, é importante assegurá-las de qualquer tipo de incidente quanto à se perder num parque, restaurante, praia ou centro de uma cidade desconhecida.
Por isso, trate de confeccionar cartões de identificação com o nome da criança, dos pais e telefones de contato. Esse crachá pode ser colocado no bolso ou fixar à roupa da criança, desde que não incomode a mesma.
  1. Passeios e restaurantes
Até a adolescência dos filhos, os pais descartam opiniões sobre o destino da viagem. Mas esta autonomia é limitada. Afinal, não é possível mais escolher determinados lugares que o casal frequentava antes, como restaurantes ou churrascarias, sem antes averiguar se possuem playground ou banheiro com trocador de fraldas.
Os adultos lidam bem com surpresas negativas. Mas para a garotada esse é um desafio, visto que não se pode exigir a mesma paciência e capacidade de adaptação.
Sobretudo nas paradas da estrada, prefira os lanches leves e semelhantes aos da rotina diária das crianças, já que são mais sensíveis às intoxicações alimentares ou incômodos digestivos e intestinais.
  1. Remédios essenciais
Neste quesito, antes sobrar do que faltar. É óbvio que a automedicação não é indicada, muito menos no caso infantil. Porém, é importante imaginar que pode ser difícil encontrar farmácia caso o seu filho passe mal na estrada. Ou se esta alternativa estará próxima e de fácil acesso no local de destino.
Para aqueles que enjoam no transporte, providencie o remédio preventivo antes de sair e não se esqueça de coloca-lo na bolsa de mão.
Você acaba de conscientizar-se com estas dicas de que viajar com os filhos, realmente, requer alguns cuidados extras. Mas desde que haja uma boa dose de paciência, é possível garantir uma diversão completa para toda a família. Bon voyage!

Autoria: Luciana Márcia

Saúde em Alta

SAÚDE EM ALTA

↑ Grab this Headline Animator

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner