quinta-feira, 7 de setembro de 2017

Miosite: Sintomas, causas e tratamentos.

O que é Miosite?

A miosite também conhecida como miopatias inflamatórias, que se trata de uma inflamação nos músculos e pode ser associado a outros órgãos como pulmões, intestino, pele, articulações e até mesmo o coração.
A miopatia inflamatória entra no grupo de doenças autoimunes e causam inflamações crônicas nos músculos em conjunto com fraqueza estrema.

Tipos de Miosite

Existem vários tipos de miosites, sendo as duas a baixo as mais comuns:
1 – Dermatomiosite: Afeta homens e mulheres de todas as idades, porém é mais comum em mulheres. O tipo mais fácil de diagnosticar, por conta das erupções cutâneas características da doença normalmente aparece antes do surgimento da fraqueza muscular.
2 – Polimiosite: já a polimiosite é encontrada principalmente em pessoas acima dos 30 anos de idade e também afeta mais as mulheres que os homens.
Ela inicia-se com fraqueza muscular em regiões próximo ao tronco, porém em alguns casos foi diagnosticada fraqueza em regiões mais distantes como na musculatura das mãos e dedos.
Esta também apresenta dores musculares, problemas respiratórios, disfagia (dificuldade para engolir).
3 – Outros tipos: existe também a miosite conhecida como juvenil que afeta crianças e adolescentes de até 18 anos, onde é dividida em dermatomiosite juvenil e polimiosite juvenil sendo a segundo muito rara.
A mais rara e grave é a miosite por corpos de inclusão, pois a maioria dos tratamentos não é afetiva para este tipo, e seus sintomas vão se intensificando conforme o passar do tempo.

Causas

A causa desta doença ainda não foi descoberta, porém muitos estudos dizem que ela esta ligada a condição de doenças autoimunes onde o sistema imunológico acaba atacando os seus próprios tecidos saudáveis do corpo.
Em alguns casos foi avaliado que ela se originou por conta de inflamações ou inchaço nos vasos sanguíneos e músculos, em que eventualmente acabam levando a sua degeneração.
No caso da miosite por corpos de inclusão que é a mais rara e mais difícil de tratar, os médicos relatam que ela esta relacionada à hereditariedade.

Sintomas de Miosite

Existem sintomas que são comuns para todos os tipos de miosites que são:
•  Sensação de cansaço;
•  Dificuldade para engolir (disfagia);
•  Dificuldade para levantar após uma queda;
Outros sintomas se diferem de acordo com a doença, vejamos quais:
1 – Dermatomiosite
Conhecida pelo surgimento de erupções cutâneas que aparecem de formas desiguais avermelhadas e arroxeadas em regiões como o nariz, pálpebras, bochechas, cotovelos, joelhos, dedos e parte superior do tórax.
Além disso, também é desenvolvida fraqueza nos músculos que fazem parte do tronco como as costas, quadril, ombros e pescoço.
Em alguns pacientes também tem sintomas como:
  Dores musculares;
   Sensação de Asfixia;
•  Inflamação ou inchaço ao redor das unhas;
  Rouquidão e
•  Nódulos de cálcio sobre a pele.
2 – Miosite por Corpos de Inclusão
Possui sintomas como:
Ao andar o paciente sente como se o pé estivesse solto, fazendo com que tropece;
Fraqueza nos músculos do antebraço;
• Quedas frequentes;
  Aperto de mão fraco;
Encolhimento do músculo do quadríceps (principal músculo da coxa) fazendo com que caia com frequência;
Fraqueza nos músculos abaixo dos joelhos;
Fraqueza nos músculos flexores dos dedos impossibilitando que a pessoa consiga segurar objetos;
Fraqueza nos músculos da garganta impossibilitando a pessoa de engolir e até mesmo causando asfixia.
3 – Polimiosite
Aparecem gradualmente, durante semanas e até mesmo meses e conforme o passar do tempo vão ficando cada vez piores. Os sintomas para a Polimiosite incluem:
• Fraqueza nos dedos das mãos e pés;
  Espessamento da pele das mãos;
Fraqueza acentuada nos músculos próximos ao centro do corpo (antebraços, coxas, costas, ombros e pescoço).

Tratamento

Assim como a doença varia muito de individuo para individuo o tratamento também. Cabe ao medico decidir a combinação de medicamentos e a necessidade de troca-la de tempos em tempos. Por tanto é importante consultas periódicas para que o médico saiba como esta o desenvolvimento da doença e os sintomas que estão surgindo.
Em todos os casos é indicada atividade física com exercícios específicos para os músculos não atrofiarem. Em alguns casos é solicitado fisioterapia e fonoaudiólogo.
O medico também pode prescrever suplementos para recuperar a força muscular e para a proteção da pele é indispensável o uso do filtro solar.

Veja mais sobre saúde

Saúde em Alta

SAÚDE EM ALTA

↑ Grab this Headline Animator

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner